Alunos da Oficina de Recepcionista do CRAS do Lago Azul participam de aula de etiqueta profissional

Publicado por Bianca Ludymila Peres no dia 31/10/2016 em Franco da Rocha

Os alunos da Oficina de Recepcionista, organizado pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Lago Azul, participaram, na manhã desta sexta-feira (28), de uma aula que teve como tema a etiqueta profissional. A atividade mostrou de forma prática como se comportar mediante situações que ocorrem em empresas ou no dia a dia.

O curso, que conta com 15 alunos, tem como objetivo ensinar aos participantes, tanto homens quanto mulheres, a abordagem teórica e prática profissional da área administrativa, com enfoque em recepção e atendimento ao público, de um modo dinâmico e acessível.

Entre os temas abordados na capacitação estão: papel do profissional no mercado de trabalho, ética, gestão de conflitos, postura profissional, atitude empreendedora, técnicas secretariais, técnicas de atendimento ao público, métodos de arquivamento, organização de agendas e tecnologia da Informação com pacote básico Office.

Veja fotos

foto: divulgação

foto: divulgação

A professora da oficina, Debora Ribeiro, contou que a aula de etiqueta profissional ajuda os participantes a lidar com diversas situações cotidianas, desde o modo de falar e sentar, até o modo de se vestir, ou seja, posturas mais adequadas para, por exemplo, a hora de uma entrevista de emprego.

Para ela, o curso auxilia em uma mudança concreta de comportamento e proporciona um maior conhecimento. “Eu entendo que de uma maneira central as pessoas entram aqui com um tipo de postura, com um tipo de comportamento, com expectativa de aprender a se tornar uma recepcionista, mas ao final eles saem daqui completamente mudados”, completou.

Segundo a Coordenadora do CRAS do Lago Azul, Rosangela Chimello, o curso serve para direcioná-los para a inclusão produtiva, para o trabalho e contribui para o enriquecimento do currículo deles, já que a maioria está em busca do primeiro emprego. “A nossa verdadeira intenção é que eles sejam realmente inseridos no mercado de trabalho”, ressaltou.

Um dos estudantes, Lucas Mota, de 17 anos, contou que pretende se aprofundar mais na área administrativa e espera conseguir ingressar no mercado de trabalho e que essa foi uma chance de aprender mais. “O curso, quando entrei, pensei que seria uma oportunidade para eu ter mais conhecimento no mercado de trabalho e para me especializar mais”.

Texto e fotos: Lucas Cardoso

Deixe seu comentário:

+ Franco da Rocha

Tags:, , , , , , , , , , , , , ,