Franco da Rocha
4 anos atrás

Basquete: força, impulsão e flexibilidade

Basquete: força, impulsão e flexibilidade
Rob Buenaventura / Flickr

Dentre as modalidades esportivas disponíveis pela Secretaria Adjunta de Esporte, o basquetebol é umas das que têm ganhado visibilidade e aos poucos se consolida entre os franco-rochenses.

Atualmente, conta com três categorias: uma escolinha com 19 alunos de idades variadas, do sexo masculino e feminino; uma turma de treinamento com 16 alunos de até 18 anos, masculino; e a equipe principal, também masculina, com 15 atletas que disputam as competições oficiais.

No início do ano, a equipe Sub 18 (masculino), participou da competição intercidades Nova Copa de Basquete, que acontece em diversos municípios. Esse foi o primeiro torneio que a categoria entrou, e nele, conquistaram o 4º lugar. A equipe feminina, que atualmente não treina, mas que tem previsão de retorno para 2016, também conquistou o 4º lugar nessa competição e garantiu a mesma colocação nos Jogos Regionais de Taubaté, que ocorreram em julho.

Com o crescimento da modalidade aparecem nomes que podem fazer a diferença dentro das quadras. Na equipe principal masculina, dois atletas que podem ser considerados importantes para o desempenho do grupo, por atributos individuais, são os alas Danilo Sá Nascimento e Hebert Coelho.

Para o futuro de qualquer modalidade, as escolinhas de treinamento são de vital importância, pois ajudam no desenvolvimento das habilidades técnicas, relacionamento social e trabalho em equipe de crianças e adolescentes que se dispõem a conhecer o esporte, além de revelar nomes com enorme potencial. Em Franco da Rocha, um desses nomes é João Vitor Castro, de 11 anos, praticante da modalidade na escolinha.

O basquetebol, assim como outros esportes, propicia ganhos tanto físicos, como psicológicos. E sobre esse aspecto, o professor e técnico da equipe, Leonardo Boschetti, contou: “essa é uma modalidade bem completa, que proporciona benefícios como uma atividade física, pois auxilia na potencialização da capacidade cardiorrespiratória, diminui a pressão arterial, ajuda na perda de peso, no fortalecimento da musculatura, além de desenvolver no atleta o ganho de força, impulsão e flexibilidade”.

Ainda para o professor, que assumiu a escolinha no meio deste ano, o esporte tem ganhado visibilidade na cidade: “as pessoas têm ido aos jogos, visto com bom olhos a modalidade. As escolinhas estão recebendo mais alunos, tem melhorado a questão de investimento e, com a nova gestão, entraram equipamentos novos. Aos poucos estamos buscando patrocínios para trazer jogadores e melhorar a equipe.”

Aqui em Franco da Rocha, os investimentos têm contribuído para maior visibilidade na área de esporte, esse fator ajuda a atrair crianças, jovens e adultos para a prática esportiva.

Quem estiver interesse em participar, não somente do basquete, mas de outras modalidades disponíveis pela diretoria de esporte, devem comparecer no CSU, localizado na rua Nelson Rodrigues, 101, Centro, e levar duas fotos 3×4, comprovante de residência, atestado de aptidão física e xerox do RG, para fazer a carteirinha.

Os treinos de basquetebol para os alunos da escolinha, com faixa etária de 8 a 17 anos, de ambos os sexos, acontecem de terça-feira das 14h às 15h30 e de sexta-feira das 17h às 18h30, e para o Sub 18, masculino, de terça-feira das 15h30 às 17h30 e sexta-feira das 18h30 às 20h, ambos no Paulo Rogério.

Um breve histórico do basquetebol
A modalidade foi criada em 1891, por James Naismith, um pastor e professor de educação física da Associação Cristã dos Moços (ACM) da cidade de Springfield, nos Estados Unidos.

Na época, o professor foi incumbido de criar uma modalidade não violenta e que estimulasse os alunos, além de poder ser praticada em locais fechados, devido ao inverno rigoroso que impedia a prática de atividades ao ar livre, mas que também pudesse ser realizada em locais abertos fora do inverno.

Após pensar, decidiu que o objetivo da atividade seria acertar um alvo fixo, que estaria há uma altura aproximada de 3,05 metros, pois já haviam modalidades com alvo no chão, e para isso, utilizar uma bola, porém, a mesma deveria quicar e ser diferente das já existentes, e os praticantes deveriam utilizar as mãos para arremessá-la, dando certa dificuldade aos participantes.

O esporte começou a se popularizar no século XX, e foi incluído como modalidade olímpica, em 1936, nos Jogos Olímpico de Berlim, na Alemanha. Atualmente é praticado em diversos países filiados à Federação Internacional de Basquetebol (FIBA).

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?