Com quatro curtas-metragens brasileiros, cinema de rua toma conta do parque municipal

Com quatro curtas-metragens brasileiros, cinema de rua toma conta do parque municipal
Publicado por no dia 21/11/2017 em Franco da Rocha

O cinema voltou para a rua em Franco da Rocha e tomou conta do Parque Benedito Bueno de Morais, na última quarta-feira (15), em mais uma atividade que fez parte da comemoração dos 73 anos de emancipação do município.

A atração, que foi promovida pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer contou com pipoca, distribuída gratuitamente para as pessoas que foram chegando aos poucos e se acomodando nas cadeiras, em frente ao ginásio de esportes Paulo Rogério Seixas.

O público era bem variado, desde crianças, casais, até idosos que caminhavam pelo lugar e pararam no espaço para assistir um filminho ao ar livre, garantindo as lembranças dos tempos de início do cinema, quando era apresentado em grandes telões.

O projeto, que leva o nome de Cine Lá Fora, contou com a apresentação de quatro curtas-metragens brasileiros, sendo eles A culpa é do Neymar, Ursortudo, A Combi do Amor e Coração Azul.

Victor Fisch, cineastra responsável por trazer os filmes para os franco-rochenses, falou sobre a atração proposta e ressaltou como é promover uma sessão de cinema em um parque. “Essa é uma sessão de curtas-metragens, que todos os públicos podem assistir. Esse parque, alias, tem me encantado toda vez que venho para Franco e vejo a frequência de pessoas que estão sempre nele. Então, trazer o cinema pra cá, é o que tem de mais sentido nessa arte do cinema, dando o espaço para as pessoas assistirem filmes, porque elas estão disponíveis para isso”, afirmou.

Além disso, o cineastra aproveitou para destacar um dado importante e falar sobre os curtas apresentados. “Existe um dado que afirma que 54% das pessoas nunca foram ao cinema no Brasil, um dado muito forte. Aqui estamos dando essa oportunidade. Esse cinema que apresentando aqui é bem diferente do americano, que o pessoal está mais acostumado a assistir. Estamos trazendo curtas brasileiros, sendo um do Distrito Federal, outros do Rio de Janeiro, de Bahia e de São Paulo, dando um sentido cultural nisso tudo”.

Ao final da sessão, os participantes tiveram a oportunidade ainda de conversar com o cineastra e tirar dúvidas sobre os documentários apresentados.

Responsável pela oficina de documentário, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Victor aproveitou para convidar todos para uma apresentação dos curtas-metragens feitos por seus alunos, que será apresentado no dia 1 de dezembro, no Centro Cultural. O horário ainda será definido, mas fique atento na programação de aniversário da cidade.

(Texto e foto: Ewerton Geniseli)

Deixe seu comentário:

+ Franco da Rocha

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,