Franco da Rocha
2 anos atrás

CUT mantém a greve e reafirmou a convocação de todos os sindicatos

CUT mantém a greve e reafirmou a convocação de todos os sindicatos

A CUT entrou em greve estadual e os trabalhadores também são da fundação casa de Franco da Rocha, todas as unidades nacionais entraram em greve, porém foi solicitado que apenas 30% dos trabalhadores aderissem a greve, os outros 70% ainda estão praticando suas atividades.

Eles disseram que “é nas ruas que a gente vai impedir definitivamente este golpe”

Waldir Maranhão (PP), O presidente interino da Câmara dos Deputados anulou a sessão realizada entre os dias 15 e 17 de abril, que aprovou o processo de impeachment, o golpe, contra a presidente Dilma. Para a CUT, Maranhão tomou uma decisão fundamentada. Ele listou a forma irregular e ilegal como o processo de impeachment foi conduzido e determinou que seja realizada uma nova votação.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ele considerou o vício na votação e citou três deles em sua decisão: 1) os partidos políticos não poderiam ter fechado questão – os deputados tinham de votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente; 2) os deputados não poderiam anunciar publicamente os seus votos antes da conclusão da votação; 3) o Regimento Interno da Câmara dos Deputados foi desconsiderado pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o líder do golpe.

A decisão do presidente demonstra que foi correta a postura de denunciar mundialmente que no Brasil não está acontecendo um processo de impeachment, o que acontece é um golpe que fere a democracia e vai contra os direitos dos trabalhadores, um golpe forjado em uma Câmara dos Deputados presidida por um delinquente, segundo afirmou o procurador geral da República, Rodrigo Janot.

A pressão das ruas, dos trabalhadores, da juventude, dos artistas e dos juristas, no Brasil e no mundo todo, levou ao afastamento de Cunha da Câmara dos Deputados e a perda do controle do golpe que ele e o vice-presidente Michel Temer vêm arquitetando para tomar o poder e assumir a presidência da República sem terem conquistado um voto sequer.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Dia Nacional de Paralisação, nesta terça-feira 10, é essencial para a vida do Brasil e da classe trabalhadora. Reafirmamos a convocatória a todos os sindicatos, ramos, Estaduais e a todos aqueles que defendem a democracia. E é nas ruas que a gente vai impedir definitivamente este golpe contra o Brasil e contra a classe trabalhadora

Não vai ter golpe, vai ter rua! Somos fortes, somos CUT!

Fonte: Executiva Nacional da CUT

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?