Dinheiro na mão é vendaval!

Dinheiro na mão é vendaval!
Publicado por Wagner "Aleluia" Bastos no dia 02/10/2014 em Cotidiano

Até que ponto a afirmação acima é verdadeira?

Vamos analisar brevemente o tema. Sem dinheiro você não vive, antes mesmo de nascer seus pais já gastaram dinheiro para sua chegada a este mundo. Durante toda sua vida você precisará dele e, na morte, ele também estará presente. Já que ele faz parte de toda nossa vida temos que aprender a lidar com ele, para que tenhamos uma vida melhor e mais tranquila.

Você sabe onde gasta seu dinheiro?

Quantas pessoas, independente de quanto ganham,  desejam que o “fim do mês” chegue mais rápido para receberem seu tão “suado” salário? Qual será o verdadeiro motivo para essa espera tão ansiosa? Uns dizem que ganham pouco, outros dizem que tudo está mais caro, não faltam opiniões quando o assunto é dinheiro.

Entendo que o primeiro passo para controle financeiro é viver dentro de sua renda, só assim você evitará o desespero do descontrole financeiro. Mas, como fazê-lo? Uma regra básica é o controle de tudo que você gasta, tudo mesmo! Cada centavo gasto deverá ser anotado, só assim você saberá onde deve fechar a torneira do desperdício. Tomou um sorvete? Anote; Comprou um jornal? Anote. Aquelas pequenas despesas, que isoladamente não parecem importantes, poderão te surpreender no final do mês.

Separe seus gastos por tipo de despesa, por exemplo: água, luz, aluguel, telefone, transporte, manutenção da casa e do carro, internet, alimentação fora de casa, supermercado e assim por diante. Anote fielmente suas despesas e, no final do mês, some tudo e tenha visão clara de quanto e como gastou seu salário. Você vai ter surpresa!

Agora que você já sabe onde seu dinheiro foi gasto faça um orçamento doméstico, anote sua previsão de entrada e tente, com base nas anotações anteriores, prever seus gastos futuros, lembre-se de analisar criteriosamente onde gastou e tente diminuir as despesas desnecessárias. Faça com que as despesas fiquem abaixo do valor suas entradas, ou seja, trabalhe no “azul”. Mês a mês analise e ajuste seu orçamento.

No começo talvez seja chato, quem sabe falte anotar algumas despesas, mas persista, você verá que, com controle financeiro, seus desejos de consumo poderão ser melhor planejados e realizados. Busque aprender mais, existem  muitas planilhas de orçamento na internet que você pode usar para fazer seu controle financeiro.

Muito falta falar sobre o tema, o espaço não permite.  Faça planejamento de curto, médio e longo prazo. Poupe, ainda que pareça um valor muito pequeno, ele vai render. Tente comprar á vista e peça desconto. Deixe seu cartão de crédito em casa e só use-o quando já planejou cuidadosamente a compra, evite comprar por impulso.

E, para quem não sabe controlá-lo, dinheiro na mão é vendaval!


Foto: Victor Camilo (CC BY-ND 2.0).

Deixe seu comentário:

Wagner

Wagner "Aleluia" Bastos

Formado em administração de empresas, trabalhou por mais de dez anos na área de recursos humanos e, há treze anos, é funcionário público estadual.

Veja mais publicações de Wagner "Aleluia" Bastos

+ Cotidiano

Tags:, , , ,