Franco da Rocha
3 anos atrás

Em parceria com a FUNAP, Centro Solidário realiza palestra aos pacientes/presos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico II de Franco da Rocha

Em parceria com a FUNAP, Centro Solidário realiza palestra aos pacientes/presos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico II de Franco da Rocha

“Todos os dias as pessoas precisam se dar a oportunidade de aprender mais e a oportunidade de evoluir”, afirma Luciane Mosca, Coordenadora de Economia Solidária de Franco da Rocha.

Essa foi uma das frases da palestra sobre Economia Solidária promovida pelo Centro Solidário/Fundo Social de Solidariedade pela primeira vez aos pacientes/presos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCPT) II, que aconteceu em parceria com a Fundação Professor Dr. Manoel Pedro Pimenta (FUNAP).

Acompanhada da Gestora de Núcleo, Projetos e Ações Solidárias do Fundo Social, Karin Dártora, Luciane passou os ensinamentos sobre o assunto para aproximadamente 40 pessoas entre pacientes/presos, equipe técnica e integrantes da FUNAP.

Dando o ponta pé inicial na conversa, a palestrante perguntou o nome de todos os presentes, para conhecer cada um. A partir daí, chamou as pessoas para fazerem uma roda, onde por meio da cantiga Escravos de Jó, passavam lápis de mão em mão, ensinando assim o conceito de Economia Solidaria, em que todos se ajudam para desenvolver um determinado trabalho e ninguém pode querer levar a melhor sobre o outro, pois se não o outro ficaria sem o lápis. “Uma boa equipe precisa aprender a acompanhar o ritmo do colega”, afirmou Luciane.

Na sequência, a palestrante afirmou que Economia Solidária é um trabalho que foca no cooperativismo, em que as pessoas produzem juntas e não tem ninguém concorrendo com ninguém. Além disso ressaltou que todos têm algo de bom para oferecer.

No local, Luciane aproveitou para descobrir talentos e começou a perguntar em que as pessoas eram boas. Ouviu diversas coisas como lixar mesas e cadeiras, cozinhar, mas uma delas impressionou. Um dos pacientes/presos falou que escrevia poemas e tinha um de cabeça, que recitou no local. Ele foi muito aplaudido.

“Todo mundo passa por um momento de transformação e vocês estão passando por esse momento”, falou a palestrante mostrando que essa é apenas uma fase da vida em que eles precisam aprender com os erros e superar as dificuldades.

Um vídeo sobre Economia Solidária foi apresentado no local e após o término da exibição Luciane perguntou o que cada um pode ver no vídeo. “Eu vi pessoas felizes com o serviço”, e na sequência um dos pacientes/presos afirmou. “Eu vi amor”.

Outros conceitos também foram explicados, como a incubadora, que faz parte de um tempo onde a pessoa se prepara após aprender todas as teorias, com o objetivo de entrar no mercado para apresentar o produto. A palestrante ainda sugeriu para a equipe técnica a criação de um banco de talentos para que todos os participantes pudessem apresentar o que tem de melhor dentro da unidade prisional.

Após aprender um pouco sobre Economia Solidária, os pacientes/presos avaliaram a palestra dando notas altas, entre 8 e 10, o que mostrou a satisfação com o que foi apresentado.

“A devolutiva foi muito positiva, eles se envolveram e aprenderam aqui. O que se percebe também é a vontade de inclusão que eles têm e pudemos proporcionar um pouco disso aqui”, afirmou Luciane ao final da palestra.

A Gerente Regional da Grande São Paulo e Litoral da FUNAP, Graziele Lima, afirmou que essas palestras fazem parte do programa de educação para o trabalho e cidadania. “É importante para eles a interatividade com outras pessoas e o conhecimento”.

Ainda segundo a Gerente da FUNAP, a ideia é que essas palestras com a apresentação da Economia Solidaria se repita em todas as unidades prisionais de Franco da Rocha.

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?