Franco da Rocha
3 anos atrás

Homem esquartejado em vídeo pode ser jovem que desapareceu em Santa Cruz

Vestido com uma mesma camisa que posou para fotos nas redes sociais, o jovem aparece sendo esquartejado por criminosos. Segundo denúncias, as imagens teriam sido divulgadas por homens ligados ao trafico na comunidade. A polícia ainda não confirmou a informação.
Pai de Rômulo, Valdir Garcia, de 58 anos, soube da morte do filho através de amigos moradores da comunidade, na última sexta-feira. Ele acredita o filho foi executado após traficantes do Rola perceberam que Rômulo frequentava festas organizadas por grupos milicianos, que dominam a região onde a família mora, no Cesarão.

Rômulo trabalhava no porto
Rômulo trabalhava no porto

Pai de Rômulo, Valdir Garcia, de 58 anos, soube da morte do filho através de amigos moradores da comunidade, na última sexta-feira. Ele acredita o filho foi executado após traficantes do Rola perceberam que Rômulo frequentava festas organizadas por grupos milicianos, que dominam a região onde a família mora, no Cesarão.
— Os traficantes acharam fotos do meu filho em festas organizados por milicianos e por isso foi morto. A gente falava para ele não frequentar esses eventos, mas era garoto novo, não deu ouvidos. Meu filho nunca se envolveu com nada de errado, era trabalhador — disse o pai.
Procurada, a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) não confirmou que é Rômulo quem aparece sendo esquartejado no vídeo. A Polícia Civil não retornou as demandas feita pela reportagem.
Relembre o caso
Um jovem de 25 anos está desaparecido desde a tarde da última quarta-feira, quando saiu de casa, no Cesarão, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, para ir para o trabalho. Rômulo Valiengo Garcia não fez mais qualquer contato com a família e também não chegou ao Porto de Itaguaí, na Baixada Fluminense, onde ajuda a descarregar os navios. A mãe do rapaz, Lenice Valiengo Garcia, de 52 anos, disse que a família já percorreu hospitais. O desaparecimento foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz).
— Estamos num verdadeiro rodamoinho. A gente não faz a menor ideia de onde ele está. E fica recebendo mensagens desencontradas. Uma pessoa nos ligou e disse que achou o contracheque dele na Favela do Rola (também em Santa Cruz). E outro que ele se envolveu com uma “mina”. Mas não temos como saber se essas coisas são verdadeiras — disse Lenice.
Rômulo saiu de casa por volta das 17h30m – ele trabalha no turno da noite. O rapaz trocava mensagens com a namorada pelo WhatsApp. A família o aguardava de volta na quinta-feira pela manhã.

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?