Franco da Rocha
3 anos atrás

Jovens do programa Sinal Verde dão aula sobre trânsito aos idosos que fazem convivência no CDI

Na tarde desta quinta-feira (20), foi realizada uma atividade de interação onde os jovens que cumprem medida socioeducativa e fazem parte do programa Sinal Verde promoveram uma aula sobre educação no trânsito aos idosos que convivem no Centro Dia do Idoso (CDI).

A ação teve por objetivo reintegrar esses jovens, que frequentam o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), no dia a dia da sociedade. No local, eles explicaram aos idosos qual era o objetivo do trabalho, como funciona o Sinal Verde na cidade e destacaram a importância dessa ação para alertar sobre os cuidados necessários diariamente pelas ruas do município, como atravessar na faixa de pedestre, respeitar a sinalização de trânsito e destacaram ainda a importância de respeitar também as vagas direcionadas aos idosos.

foto: divulgação
foto: divulgação

Durante uma das falas, pediram para que eles fossem multiplicadores da informação, levando tudo que aprenderam no local aos familiares. “Quando vocês chegaram em casa, podem dizer que aprenderam sobre o trânsito e o quanto é importante sempre ter muita atenção nas ruas”, afirmou a psicóloga do CREAS, Isabel dos Santos, responsável por organizar a turma no local.

Durante a interação com os idosos, um dos jovens ressaltou que é possível melhorar o trânsito e fez uma relação que pode proporcionar essa melhora. “Menos pressa e mais calma, assim se preservam vidas”.

Dona Aparecida Lopes, de 74 anos, avaliou a participação dos jovens, entendeu o recado e afirmou que seus filhos não precisam levar puxão de orelha quanto ao assunto. “Adorei a atividade. Tudo que eles falaram foi muito bom e importante. Vou chegar em casa e contar tudo, mas não vou precisar puxar a orelha de ninguém porque eles só merecem abraços”, afirmou com uma risada tímida.

Aparecida disse que era obediente no trânsito quando dirigia e lembrou dos velhos tempos. “Eu tinha uma Brasília na época e levava meu filho na creche”.

Ela aproveitou o momento para ressaltar a importância do Centro Dia do Idoso em sua vida. “Eu ficava em casa sozinha. Vim para o CDI e só não fico aqui no sábado e domingo porque não dá. Aqui somos bem acolhidas, chego em casa bem contente e depois vou cuidar do meu netinho, que não para um minuto”, afirmou dona Aparecida.

A coordenadora do CDI, Nádia D’ Ambrosio, comemorou a ação e acredita que os idosos também aprovaram. “Eles receberam muito bem as informações. Aqui eles são muito afetivos e recebem bem as pessoas. Gostam dessas atividades e acho importante essa interação entre idades. Hoje os adolescentes que estavam aqui ensinaram para os idosos e creio que de alguma forma eles ensinaram aos jovens também”, e aproveitou para fazer um alerta. “Muitas vezes respeitar o trânsito vale a vida de uma pessoa”.

No final, a psicóloga que coordenou os trabalhos avaliou que essa interação é muito importante, pois existe uma resistência normal por parte dos jovens e que tudo que é novo é mais difícil para eles. Segundo ela, foi a primeira vez que eles fizeram uma apresentação como essa aos idosos. “Já fomos para escolas, quando demos uma aula sobre trânsito para crianças de 4 a 5 anos e a ideia de ações como essas é sempre de trazê-los mais para esses ambientes e espaços, para assim perder a resistência quanto à sociedade e entender que tudo isso aqui faz parte de uma fase da vida”, concluiu Isabel.

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?