s. Agência Senado | Franco Notícias

Agência Senado

Mãe pode registrar filho no cartório sem presença do pai, agora é lei

Mãe pode registrar filho no cartório sem presença do pai, agora é lei

Conforme o texto, cabe ao pai ou à mãe, sozinhos ou juntos, o dever de fazer o registro no prazo de 15 dias. Se um dos dois não cumprir a exigência dentro do período, o outro terá um mês e meio para realizar a declaração. Antes da publicação da lei, era exclusiva do pai a iniciativa de registrar o filho nos primeiros 15 dias desde o nascimento. Apenas se houvesse omissão ou impedimento do genitor, é que a mãe poderia assumir seu lugar.