Franco da Rocha
5 anos atrás

Museu Osório César, no Complexo Juquery, em Franco da Rocha, será restaurado

Museu Osório César, no Complexo Juquery, em Franco da Rocha, será restaurado

O antigo Museu Osório César, no Complexo Juquery, em Franco da Rocha, será restaurado.

Em maio deste ano, o anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin. A medida é uma reivindicação da prefeitura, da vereadora Neiva Hernandez e contou com apoio de Beto Trícoli (PV). O governo do Estado vai ceder o prédio para a prefeitura, que vai restaurar e preservar o patrimônio cultural com verbas do Fundo de Interesses Difusos (FID). O local poderá tornar-se uma pinacoteca.

Segundo o site da ALESP, a prefeitura inscreveu, no ano passado, o projeto de recuperação, modernização e restauração do museu no edital do FID.

“O fundo apoia com recursos financeiros projetos que tenham esta finalidade”, explica Trícoli.

“O prefeito Kiko Celeguim tem em seu plano de governo o resgate e a valorização da memória de Franco da Rocha. Com o apoio da vereadora Neiva Hernandez buscamos junto ao deputado Beto Trícoli possibilidades para conseguirmos recursos para a realização do projeto. Beto nos alertou sobre a possibilidade do FID. A partir daí, em um trabalho de mãos dadas, iniciou-se uma corrida para desenvolvermos um projeto ideal”, explica a secretária adjunta de Cultura, Taiana Garcia.

Trícoli, que visitou o local, ressaltou o empenho das lideranças. “Parabéns ao prefeito Kiko, vereadora Neiva Hernandez e à equipe da Cultura da prefeitura de Franco da Rocha, em especial a secretária adjunta Taiana Garcia e a funcionária Regiane Mendes.”

Osório Thaumaturgo Cesar

Osório Thaumaturgo Cesar, mais conhecido como Osório Cesar (Parahyba, 17 de novembro de 1895 — Franco da Rocha, 3 de dezembro de 1979), formado em odontologia, foi um renomado anato-patologista, psiquiatra e intelectual brasileiro, notabilizado como um dos pioneiros no uso da arte como recurso terapêutico em psiquiatria, bem como por sua oposição aos métodos agressivos de tratamento de alienados então vigentes. Formado a princípio em odontologia em São Paulo, graduou-se em medicina no Rio de Janeiro e viajou em seguida para a Europa, onde trabalhou no Hospital da Salpêtrière ao lado dos discípulos de Carl Gustav Jung, fundador da psicologia analítica, dentre os quais Henri Piéron. Manteve assídua correspondência com Sigmund Freud, que resenhou sua obra A Arte Primitiva dos Alienados em artigo publicado em 1925.

Simpatizante do comunismo, tendo sido preso diversas vezes por manifestar sua orientação política e ideológica, frequentou o meio artístico paulistano e exerceu considerável influência sobre a arte de sua esposa, Tarsila do Amaral, levando-a a abranger a temática social em suas pinturas. Trabalhou por mais de quatro décadas no Hospital Psiquiátrico do Juqueri, na Grande São Paulo, implementando atividades de estímulo à produção artística dos pacientes. Fundou neste hospital a Escola Livre de Artes Plásticas, promoveu mais de cinquenta exposições de desenhos e pinturas de seus internos, atraindo a atenção de nomes como Flávio de Carvalho, Lourival Gomes Machado, Sérgio Milliet e Quirino da Silva para as questões relacionadas à arte psicopatológica.

Osório César publicou um grande número de obras sobre a expressão artística dos alienados, dentre os quais Misticismo e Loucura, agraciado com o prêmio maior da Academia Brasileira de Letras em 1948, e influenciou o trabalho de diversos profissionais ligados ao tema da humanização dos métodos de tratamento psiquiátrico, nomeadamente Nise da Silveira. Em 1974, doou parte de sua coleção de arte psicopatológica ao Museu de Arte de São Paulo. É o patrono da cadeira nº. 68 da Academia de Medicina de São Paulo e foi membro fundador das Sociedades Brasileiras de Psicanálise de São Paulo e Rio de Janeiro. Foi homenageado postumamente com a fundação do Museu Osório César no Hospital do Juqueri, em 1985.


Foto: André Bispo (CC BY-NC 2.0)

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?