Franco da Rocha
4 anos atrás

Observatório de Oportunidades abriu as portas para o sonho do Balé

Observatório de Oportunidades abriu as portas para o sonho do Balé

A frase “No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade”, dita por Albert Einstein, se encaixa perfeitamente na vida de 14 meninas que participam de programas sociais e integram as atividades desenvolvidas pelo Observatório de Oportunidades, nas quatro unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) espalhados por Jardim Luciana, Lago Azul, Vila Bazu e Monte Verde.

Brena Galhardo e Luiza Rodrigues, do CRAS Jardim Luciana, ganharam a oportunidade de terem aulas gratuitas de balé Clássico. Essas vagas foram possíveis devido a mediação da primeira-dama Paula Barreto que, por meio do Fundo Social de Solidariedade, realizou parceria com o Núcleo de Dança Mariana Santos.

A coordenadora e psicóloga do CRAS Jardim Luciana, Thaiz Camargo, conta que Brena apresentava mais facilidade com a dança quando fazia coreografias de dança de rua nas atividades do observatório, onde sempre dava algumas piruetas, surpreendendo a todos. Já Luiza se destacava pelas habilidades na dança além de ser disciplinada, necessário para ter a chance de ser direcionada ao balé.

Brena contou sobre sua vontade de entrar no balé. “Era um sonho que eu queria realizar faz muito tempo, mas nunca consegui arrumar vaga para começar. É um bom começo que aconteceu graças ao CRAS. Eu sempre via as crianças dançando na internet e até tentava fazer isso em casa. Agora vou ter minha chance”, contou.

A também contemplada, Luiza, falou sobre a importância do observatório de oportunidades. “Eu entrei no CRAS, comecei a fazer as atividades e gostei muito. Acho bem legal, pois a gente passa parte do dia fazendo atividades divertidas, melhor do que ficar em casa sem fazer nada. Eu fiquei sabendo sobre o observatório por meio de uma amiga da escola e sempre gostei de balé”, contou.

A psicóloga, Thaiz Camargo, comentou sobre a importância desse trabalho com as crianças. “O observatório é um projeto que tem a participação com famílias que recebem benefícios sociais, bolsa família, renda cidadã, para que essas crianças não fiquem na rua no período que estão fora da escola. Eles ficam aqui das 9h ao 12h, de segunda e sexta-feira e fazem atividades como dança, teatro e ainda contam histórias”, comentou.

Dando oportunidades. Mudando vidas!
A professora Mariana Santos, responsável pelo Núcleo de Dança, comentou como surgiu a ideia de dar oportunidade para crianças que não tem condições financeiras de pagar as aulas. “Ao longo da minha carreira, sempre escutava de alguém próximo que o sonho era ser bailarina (o), mas na época os pais não tinham condições de pagar uma escola e, por isso, esse sonho não foi possível. Disso nasceu essa ideia de ajudar quem realmente sonha, quem tem vontade e que não tem meios para fazer”.

Segundo Mariana, além da realização de sonhos, a ação trabalha a inclusão, formando cidadãos de bem.

Sobre dar oportunidades, Mariana ainda ressaltou a mudança de vida nas crianças que são contempladas. “Quando uma criança se envolve com a arte desde cedo, dificilmente ela se desviará para atividades ruins”, finalizou.

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?