Operação Casa a Casa registra queda no número de focos do Aedes aegypti

Publicado por Redação Franco Notícias no dia 11/03/2016 em Franco da Rocha

Estamos na época mais crítica do ano para a proliferação do Aedes aegypti, devido as fortes temperaturas e as constantes pancadas de chuva no período da tarde, o que facilita a reprodução do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Operação Casa a Casa registra queda no número de focos do Aedes aegypti

Operação Casa a Casa registra queda no número de focos do Aedes aegypti

Para diminuir o número de criadouros, no último sábado (5), 87 agentes foram novamente às ruas pela operação Casa a Casa, que atendeu as residências nos bairros Vila Ramos, Parque Vitória, Vila Machado e Parque Munhoz.

Ao todo foram visitas 1853 casas e poucos focos foram encontrados, o que mostra que a população franco-rochense abraçou a causa da luta contra o Aedes aegypti e está mais preocupada com o perigo proporcionado pelo mosquito.

No bairro do Parque Vitória, as visitas foram feitas pela segunda vez em algumas casas e o que se pôde ver foi uma mudança de postura dos moradores. “O pessoal está mais consciente, sabendo dos cuidados que tem que tomar”, afirmou Elisângela Araujo, uma das agentes de vetores que participou da ação.

Ela também destacou a importância da distribuição de telas para caixas d´água que a prefeitura faz de forma gratuita. “Um dos grandes problemas que encontrávamos nas casas eram caixas d´ águas abertas, agora não mais, pois a maioria está com as telas que distribuímos na outra visita que fizemos ao bairro”, ponderou.

A agente analisou o comportamento dos munícipes nesta segunda visita. “Quando chegamos no portão de alguns moradores, eles já falavam que estavam seguindo as recomendações que passamos na outra oportunidade. Acredito que por conta dessa conscientização o número de focos encontrados foi mais baixo”, finalizou.

Nas visitas, além de eliminar os possíveis criadouros do mosquito, também houve uma conscientização feita pelos agentes de vetores aos munícipes.

DISQUE DENÚNCIA
Vale lembrar que a participação de todos na luta contra o mosquito é fundamental, desde o ato de eliminar água parada até a denúncia de possíveis focos, que pode ser feita de forma anônima pelo telefone 4800-5597.

Deixe seu comentário:

+ Franco da Rocha

Tags:, , , , , , , , , ,