Cotidiano
4 anos atrás

Vamos embora, quando a morte chega…

Há exatamente dez dias, dia dois de novembro foi comemorado o dia de finados, homenagem aqueles que já não estão mais entre nós. Se o mundo continuar como está uma coisa é certa: um dia morreremos, isso é fato e, em algum dia 02 de novembro, no futuro, também seremos lembrados.

Bem, nem todos acreditam que morrerão, depois falo um pouco sobre essas pessoas que acreditam que não passarão pela morte. Desde o início de tudo o ciclo se repete: nascer, viver e morrer.

foto: Anant-N-S-(www.thelensor.tumblr.com)-2.0-Generic-(CC-BY-NC-ND-2.0)
foto: Anant-N-S-(www.thelensor.tumblr.com)-2.0-Generic-(CC-BY-NC-ND-2.0)

Existem várias crenças sobre o que acontece após a morte, uns acreditam que a pessoa morre e tudo se acaba, nada mais existe para ela; outros acreditam que a pessoa morre e, de acordo como foi sua vida, ela vai para o céu, inferno ou purgatório; existem, ainda, os que acreditam que a pessoa fica em estado de inconsciência até o dia do acerto de contas com o Criador, alguns creem na reencarnação e, tem aqueles que mencionei no início, que acreditam que, em muito breve, Jesus voltará a este mundo para resgatar aqueles que O aceitaram como Salvador e assim não passarão pela morte (certamente existem outras crenças que eu desconheço e por isso não as mencionei). Porém, independentemente de sua crença, se você está lendo esse artigo é claro que está muito bem vivo ou, como diriam os meus avós, você está “vivinho da Silva”.

Estar vivo implica em escolhas e as fazemos a cada instante. Desde que acordamos temos que escolher, ou seja: tomar decisões. Levantar ou descansar mais um pouco? Que roupa vestir? Como será o desjejum? E assim prosseguimos durante todo o dia, até decidirmos ir dormir. Temos em nossas mãos o poder de escolher o que faremos mas, lembre-se, não temos o poder de escolher as consequências de nossas escolhas. Quem planta tomate não colhe beterraba.

Sendo assim penso que será mais inteligente escolher fazer o bem e colher seus frutos. Devemos valorizar a vida, que é tão curta, e buscar passar por ela da melhor forma possível, buscando bem estar pessoal e harmonia com nossos semelhantes.

Um dia partiremos deste minúsculo planeta e então o quê deixaremos para trás? Como seremos lembrados? Será que nosso túmulo será repleto de flores ou terá apenas sujeira e ervas daninhas? Tudo dependerá das escolhas que fazemos enquanto vivos. A vida é feita de pequenos gestos, atos e escolhas diárias. Viva a vida de forma que sua morte deixe saudades. Faça sua parte para o bem de sua família, de seu bairro, de sua cidade. Torne o mundo melhor, plante uma árvore, economize água. Mantenha um sorriso no rosto, isso contagia e deixa o ambiente mais gostoso, pratique educação.

E um dia, espero que esteja bem distante, partiremos deste mundo. Nada mais poderemos fazer! As escolhas que fizemos em vida é que formarão nossa história neste mundo, por elas seremos lembrados ou completamente esquecidos. Viva de modo que as pessoas se orgulhem de você e espelhem-se em sua vida como exemplo para elas. Isso só depende das escolhas que você fizer hoje, por que, mais cedo ou mais tarde, você e eu vamos embora.

Franco Notícias

O Franco Notícias é seu jornal online de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato, mairiporã, Jundiaí e região, além de conteúdos de saúde, economia, educação, esportes e entretenimento.

Vamos Bater um Papo?